Reprodução/Internet

Reprodução/Internet

O narrador esportivo Luciano do Valle, de 70 anos, morreu na tarde deste sábado (19) emUberlândia, depois de passar mal e ser internado em um hospital particular da cidade. Ele saiu de São Paulo (SP) e foi socorrido ainda no aeroporto do município mineiro, pelo Corpo de Bombeiros. A morte do narrador foi confirmada pela Band, emissora para a qual ele prestava serviços.

O narrador chegava a Uberlândia para cobrir o jogo entre Atlético-MG e Corinthians, que acontece no domingo (20) no Estádio Parque do Sabiá, pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro (Brasileirão).

Segundo assessoria da Infraero, o apresentador estava no voo da TAM (3244), de Congonhas-Uberlândia. Ele passou mal ainda no avião, que pousou às 14h30 na cidade. A Infraero disponibilizou um desfibrilador e bombeiros do aeroporto, que o conduziu até o hospital.  Um médico que estava no voo auxiliou nos primeiros socorros.

De acordo com assessoria de imprensa do Hospital Santa Genoveva, o narrador deu entrada às 15h10 com parada respiratória e foi direto para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O óbito foi confirmado às 16h15 .

O jornalista da TV Globo Marco Aurelio Souza estava no mesmo voo do narrador e contou ao GloboEsporte.com o que se passou no avião. “Ele não se sentiu bem durante o voo. Não teve nenhum rebuliço no avião. Ele só comunicou à comissária que não se sentia bem e pediu que, quando o avião descesse, chamassem um médico. Estava na primeira fileira. Todos os passageiros saíram, mas ele permaneceu. Quando eu saía, o comandante já tinha saído da cabine e conversava com ele indicando que tinha chamado um médico. A gente ficaria no mesmo hotel. Quem me relatava as coisas era o Fernando Fernandes, da Band. O Luciano já foi muito mal para o hospital. Meia hora depois, o Fernando me ligou para dizer que ele tinha morrido de um problema do coração”, relatou o jornalista.

Luciano do Valle Queiroz era natural de Campinas e trabalhava atualmente na TV Bandeirantes. Ele foi narrador esportivo da TV Globo por onze anos. Era considerado um dos principais profissionais da imprensa do país, transmitindo Fórmula 1, Fórmula Indy Olimpíadas, Copa do Mundo, e também apresentador do tradicional Globo Esporte.

Torcedor da Ponte Preta, Luciano iniciou a carreira aos 16 anos na Rádio Central de Campinas, e ganhou destaque trabalhando na Rádio Nacional, em São Paulo. Em 2003, ele também fez parte da equipe esportiva da TV Record, que acompanhou o acesso do Palmeiras para a Série A do Campeonato Brasileiro. Neste ano ele completaria 51 anos de carreira.

Via G1